Associação de câncer com medicamentos

Um pequeno número de medicamentos tem o potencial de induzir o aparecimento do câncer. Dentre eles, o principal grupo é constituido pelos medicamentos utilizados para tratar o câncer. Embora em curto prazo os benefícios superem os riscos, é preciso ficar atento aos possíveis malefícios em longo prazo.

Outros grupos de medicamentos que podem aumentar o risco de câncer são os medicamentos a base de hormônios e os imunossupressores. Medicamentos a base de hormônios podem aumentar os riscos para determinados tipos de câncer ao mesmo tempo em que diminuem o risco para outros (por exemplo, anticoncepcionais apresentam risco aumentado de câncer de mama e cervical e diminuído de câncer de endométrio e ovário).

O total de cânceres induzidos por medicamentos é muito baixo e nos países de baixa e média renda devem ser inferiores ao risco nos países de alta renda pela diferença de disponibilidade e utilização destes medicamentos pela população.

A Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc) categoriza 23 medicamentos (ou combinações de agentes) como carcinogênicos para humanos (Grupo 1). Deste grupo de medicamentos, 18 são antineoplásicos, imunossupressores e hormônios. Sempre que o potencial carcinogênico de um medicamento utilizado para condições menos graves do que o câncer é suspeito ou comprovado, deve-se avaliar a sua retirada do mercado ou sua utilização restrita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s